Aprenda a Ser Feliz


Usando a psicologia positiva para melhorar seu humor
A psicologia positiva se concentra no estudo das forças humanas, nossos pontos fortes, o que nos fazem felizes e emocionalmente saudável e equilibrado. Por exemplo, do ponto de vista da psicologia positiva, ao invés de perguntar "o que eu posso fazer para parar de ser deprimido?", Você poderia perguntar "o que posso fazer para se sentir feliz ou ter uma vida mais gratificante?".
Se você quiser usar a psicologia positiva para sair de uma depressão ou um estado de desânimo, apatia ou tristeza, você pode fazer o seguinte:

1. Adotar uma visão otimista. Não acredite que alguma coisa pode dar errado, vai dar errado se você pensar que, se não há nenhuma razão para pensar que vai dar errado, é preferível pensar que vai ficar bem. Ele acha que os maus momentos não duram para sempre, o foco sobre as áreas de sua vida que funcionam bem, estar sempre presente em suas qualidades positivas e seus pontos fortes, ao invés de sempre lembrá-lo de suas próprias falhas.

2. Criar objetivos positivos. Destinar em ser melhor do que você é e cultivar qualidades positivas, como esperança, gratidão, bondade, curiosidade, otimismo, criatividade e perseverança. Ou seja, foco no desenvolvimento de seus pontos fortes em vez de tentar corrigir seus pontos fracos ou queixar-se de tê-los.

Também crie metas positivas para melhorar a sua vida em geral, as suas relações com os outros, o seu trabalho ou se quer melhorar ou mudar em sua vida. Por exemplo, definir uma meta para conhecer novas pessoas, se inscrever em um curso, participar de um ginásio, junte-se uma ONG, etc. Esqueça-se de coisas ruins que você quer se livrar e basta pensar sobre as coisas boas que você deseja alcançar.

3. Manter relacionamentos positivos. Procure a companhia de pessoas que fazem você se sentir bem, para aceitar você como você é com quem seja fácil de relacionar e gostar de você. Responda positivamente para que os outros te digam como: feliz por seu sucesso ou boa sorte e compartilhar sua boa notícia com você. Aprenda a perdoar e deixar os últimos erros do passado. Expresse sua gratidão aos outros e a vida em geral quando acontecer coisas que você pode ser grato. Desenvolva a autenticidade e integridade pessoal e em suas relações com os outros.

4. Aceitar a vida como ela é, o bom e o ruim. Tente mudar o que você quer e você pode mudar, mas aceita isso, pois é.

5. Estimular a criatividade em sua vida diária. Independentemente da sua função, porém, ser criativo é resultado de todo esses exercícios. Significa a procura por novas fontes de informação, a saída da zona de conforto. É estar o máximo de tempo possível realmente curioso. Com tanto estímulo, a porta das ideias estará aberta com mais frequência e você será alguém viciado pelo novo e, por consequência, alguém mais criativo.

6. Desenvolver Resiliência. Os resilientes são aquelas pessoas que passam por dificuldades, como todo mundo, só que a reação deles não é igual a de todo mundo, com eles a coisa é diferente, por mais fortes e traumáticas que sejam as dificuldades, eles superam.

O resiliente é aquele que, mesmo quando perde o emprego, morre o amigo, a esposa pede o divorcio, repete na escola, ainda assim, ele continua lá, firme e forte, ele não se deixa derrubar.

E você se pergunta: “Como esse cara consegue?”. Ele consegue porque é resiliente.

Resiliência é um atributo da personalidade, que pode ser desenvolvido.

7. Tire vantagens das experiências e emoções positivas. Identifique as coisas que você gosta e ir para eles. Quando você está vivendo uma experiência positiva apreciá-la sem questionar, sem pensar no futuro ou no passado, mas somente no que você está experimentando e sentindo-se a cada momento, sem ficar a pensar que ele vai acabar ou será algo ruim depois. Apenas viver o momento e desfrutar plenamente.


8. Nutrir de esperança. Ter esperança significa acreditar que você pode conseguir o que deseja, e é uma das coisas mais valiosas que você pode ter na vida, faz você mais forte, ajuda você a superar os maus momentos, te faz continuar quando parece que você não pode dá-lhe a força para lutar e lhe dá uma sensação de calor interior e felicidade.
Sugestão de Leitura:
Aprender A Ser Feliz
Exercícios de Psicoterapia Positiva
Programa completo: 14 exercícios em 14 semanas O nosso modo habitual de pensar e o nosso comportamento são determinantes para atingir o objetivo máximo: sermos felizes. A felicidade depende muito mais do nosso comportamento voluntário do que das circunstâncias de vida ou do ambiente que nos rodeia. Com esta finalidade em vista, o livro oferece um conjunto de exercícios práticos que nos ajudam a vencer os nossos hábitos negativos enraizados e a estabelecer mudanças positivas. Cada um de nós é ensinado a reconhecer, a compreender, a valorizar e a usar de modo repetido os comportamentos adequados e, finalmente, a estabelecer o seu perfil individual e único para atingir a felicidade. Este é um guia de autoajuda, que pode ser usado autonomamente ou como complemento ao livro O Poder das Emoções Positivas. Os dois livros cumprem a mesma missão: divulgar o conhecimento positivo e promover o crescimento e o desenvolvimento das nossas qualidades pessoais. Escrito de um modo simples e prático, esta obra coloca ao alcance de todos os resultados da psicoterapia positiva.