O Poder do Abraço


O Poder do Abraço
Será que podemos mudar o mundo com um abraço? 

O que aconteceria se todos se propusessem a abraçar as pessoas como se não houvesse o amanhã? 

Será que quanto mais abraços nós damos, mais nós recebemos?
Tem o abraço um poder terapêutico, de cura de enfermidades, seja físico ou psicológico? 

A dor, o sofrimento, o mau-humor, a baixa autoestima, resistiriam a uma terapia do abraço? 

Para responder estas e outras perguntas, lancemos o seguinte desafio: nós próximos 10 dias, vamos escolher pelo menos 3 pessoas diferentes para abraçar, um abraço forte, com carinho e Amor, que transmita nossos mais sinceros propósitos de Bem.

No final do período, serão 30 abraços dados de coração. 

O que acontecerá? 

Será que ficaremos apenas nos 3 abraços? 

Será que receberemos mais abraços do que damos? 

Será que este movimento iniciado por nós irá criar uma onda de abraços a se propagar por outras pessoas? 

Não sabemos. É muito improvável que consigamos mudar o mundo. No entanto, com certeza, nosso mundo interior não será mais o mesmo. 

Se quiser começar agora, dê um "abraço virtual" em seus amigos, compartilhe esta ideia!


Sugestão de Leitura:
Manual do Abraço - Abraçar - Uma Questão de Atitude
 
Sumário - O primeiro abraço, uma abordagem inicial; A dificuldade em se abraçar, a vergonha, o mico; O abraço - um ato físico e emocional; Abraço em família e a família como uma causa a ser abraçada; Um abraço não dado; O abraço nos esportes; A dificuldade prática do abraço nas organizações; Uma abordagem sobre a empresa como a causa a ser abraçada; Um abraço equivocado; Causas a abraçar no Brasil ou nos brasis...; Abraçar a causa pela moralização na política e da classe política; O abraço no Brasil e no mundo; Amma, a santa do abraço - um exemplo vivo para o mundo de um abraço em seu duplo sentido; Conviva com a felicidade - abrace essa causa; O abraço nas escolas e nas universidades; O mais nobre dos abraços - por paixão, por amor...; O penúltimo abraço.